Orgulho de ser Ponte: primeiro time de futebol do Brasil, Macaca completa 115 anos nesta terça (11) e presenteia torcida com promoção de ingressos pro jogo contra o Avaí, à venda a partir das 11 horas

Crédito obrigatório para reprodução das fotos:
PontePress/VictorHafner

115 anos de história ! O primeiro time de futebol do Brasil fundado como tal e em funcionamento ininterrupto, único do Interior de São Paulo a ter disputado uma final de Sul Americana e único a estar disputando a elite do Brasileiro neste ano, a Associação Atlética Ponte Preta faz aniversário nesta terça, 11 de agosto. E a partir das 11 horas da manhã, em comemoração ao aniversário, começam a ser vendidos os ingressos para a partida da quinta à noite, contra o Avaí, com promoção: as inteiras para arquibancada custarão apenas R$ 20,00 e a meia-entrada, R$ 10,00.

“Demos dois presentes para a torcida: na vitória contra o Flamengo, o Torcedor Camisa 10+ pode levar um convidado de graça e agora, nesta partida do Avaí, os ingressos serão a preços especiais. Mais uma vez contamos com o nosso torcedor para apoiar o time e comemorar os 115 anos do time dando força à Macaca para uma nova vitória”, diz o diretor social Giovanni Dimarzio. Os ingressos estarão à venda nas bilheterias do estádio,  no clube Paineiras e nas Lojas Baby Sport do Centro e do Campinas Shopping, além da internet pelo site www.ingressofacil.com.br ou nos postos ingresso fácil na grande São Paulo – ginásio do Ibirapuera e José Correa, Pacaembu, estádios Anacleto Campanella e Bruno José Daniel. Vale lembrar que a venda online também pode ser acionado pelo APP da Ponte para smartphones e tablets, disponível para iOS  na Appstore e também na versão Google Play.

Que festa !

Mais de 1,1 mil pessoas participaram da festa de aniversário promovida pela Ponte Preta na última sexta, na Via Áppia. Sob o comando da mestre de cerimônia Patrícia Maldonado, a cerimônia se iniciou com entrega de título de cidadão pontepretano – homenagem dada anualmente a três pessoas que se destacaram por seu amor ou trabalho pela Macaca.

O primeiro deles foi entregue pelo presidente de honra Sérgio Carnielli e pelo historiador José Moraes Neto ao neto de Moysés Lucarelli, Sérgio, que recebeu o título in memoriam em nome do grande patriarca alvinegro.

Na sequência, coube ao vice-presidente Giovanni Dimarzio e ao vereador Luiz Henrique Cirillo entregar a placa ao torcedor e conselheiro Norimiti Higa, que foi pego de surpresa.

Outro que não esperava pelo título que recebeu das mãos do diretor de marketing Eduardo Lacerda e do diretor jurídico Giuliano Guerreiro foi o jornalista Gustavo Hofman.

Na sequência, o co-diretor de Marketing Eduardo Porto falou sobre outras modalidades de esporte apoiadas pela Macaca, citando o Futvôlei, Taekwando, o Boxe que disputou o Panamericano e o recém criado futebol americano, com o time dos Gorilas.

Também foi mostrado no palco o aplicativo da Ponte (bem como a nova lata de cerveja da Brahma/Ponte, que deve chegar aos mercados no mês que vem) e, o ponto alto da noite, o lançamento dos novos uniformes 1 e 2, com direito a modelo infantil e feminino.

Por sinal, a Adidas e o departamento de Marketing inovaram ao trazer para a apresentação do uniforme não só três atletas da equipe – João Paulo, Leandrinho e Matheus- como também os torcedores alvinegros Totó, Renatta Sanchez, Leah e as crianças José e Gustavo.

Dois torcedores presentes também ganharam camisas no sorteio feito pouco depois por Patrícia Maldonado, e um outro sortudo levou pra casa o colchão Inducol Ponte Preta. Terminada esta primeira etapa, foi a vez do palco ser dominado por Dudu Nobre, que deu um espetáculo memorável.

O samba teve pausa por volta da meia-noite, quando a diretoria alvinegra subiu ao palco para cantar o tradicional parabéns com bolo gigante, e depois que Dudu se despediu teve ainda Sertanejo Universitário. Definitivamente, uma festa de gala, para todos se lembrarem por muito tempo. Ou ao menos até o 116º aniversário, que promete ser no mínimo tão bom (veja mais fotos em https://www.facebook.com/media/set/?set=a.860559363991729.1073741907.156238824423790&type=3 ).

Ponte Preta, o primeiro time do Brasil

O ano era 1900 e, na cidade de Campinas, um grupo de alunos do Colégio Culto à Ciência passava suas tardes jogando bola em campos improvisados de um bairro de nome curioso: Ponte Preta . A vizinhança fora batizada em virtude de uma ponte de madeira feita pela ferrovia e que, para ser melhor conservada, havia sido tratada com piche.

Os jovens alunos que naquele dia 11 de agosto resolveram fundar um clube não tiveram dúvidas ao nomeá-lo com o mesmo nome do bairro. Ali surgia a Associação Atlética Ponte Preta, o primeiro clube do Brasil em funcionamento ininterrupto e dono da maior torcida do interior do País. Os fundadores e patronos da AAPP foram : Capitão João Vieira da Silva , Theodor Kutter, Hermenegildo Wadt e Nicolau Burghi.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS