Bruno Morelli

Bruninho

1942 a 1959

 

Bruninho: 17 anos de dedicação, 75 gols e incontáveis e glórias

Hoje em dia é raro um atleta que passa mais de dois anos completos em um mesmo clube é algo raro. Em tempos de Lei Pelé e clubes endinheirados da Europa que buscam atletas no Brasil em sua mais tenra idade, renovar para mais uma temporada com uma equipe brasileira já é quase uma "prova de amor". Imagine então que é passar 17 anos vestindo e honrando a mesma camisa! Essa é a história do zagueiro Bruno Morelli, o Bruninho, que defendeu a Ponte Preta de 1942 até 1959.

Nascido em Campinas no dia 1º de maio de 1925, Bruninho começou sua carreira nas categorias de base da Macaca, onde também jogou seu irmão, o goleiro Seraphim. Sua paixão pelo clube onde atuou e marcou história era muito grande. O jogador e sua família estiveram entre as centenas de torcedores que colaboraram diretamente na construção do estádio Moisés Lucarelli.

Nesse longo período de dedicação à Gloriosa, Bruninho atuou em 570 partidas, marcando 75 gols. Em toda a história da Ponte, ele é o segundo atleta que mais atuou com a camisa alvinegra, ficando atrás apenas de Dicá, que entrou em 581 jogos.

Em 2005, aos 80 anos, Bruninho faleceu, mas não antes de receber uma bela homenagem da equipe que tanto amava. Em 2000, ano do centenário da Macaca, o ex-jogador foi homenageado com um troféu parabenizando-o por tanto tempo e paixão dedicados à equipe. Como jogador e torcedor, Bruninho era único - assim como sua paixão pela Macaca.


Outros Jogadores


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais