TC10+

Notícias

Notícias > Fernando Bob ressalta que não há nada ganho e que Ponte tem que continuar com nível alto de concentração para assegurar vaga na final
  • Tamanho da Letra
  • A+
  • A-
  • Imprimir

Fernando Bob ressalta que não há nada ganho e que Ponte tem que continuar com nível alto de concentração para assegurar vaga na final

Publicado em: 19/04/2017

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

Faltam só quatro dias para o segundo duelo da semifinal entre Ponte e Palmeiras, dessa vez na casa do adversário e o volante Fernando Bob enfatiza que, apesar da importante vitória na primeira partida, nada está garantido.

 

“A vantagem é boa, fizemos um grande resultado dentro de casa, mas futebol é traiçoeiro. Não a toa todos gostam de futebol, porque o time pequeno às vezes ganha do time grande e vice-versa, ao contrário de outros esportes. Dentro da sua casa o Palmeiras é bem diferente e temos que estar concentrados para fazer um grande jogo lá dentro”, ressalta o atleta, que acrescenta. “Temos que estar focados. Sabemos que sábado será um jogo diferente e temos que estar concentrados para esse grande jogo”, diz.

 

Bob destaca que entende a importância de um título para a Macaca, mas reforça que o pensamento é só no Palmeiras. “A necessidade que o torcedor da Ponte tem por um título, é a nossa também. Esperamos ganhar e sabemos quanto é importante conquistar pelo clube. Mas o foco é jogo a jogo. Temos que passar pelo Palmeiras primeiro e não dá para pensar em título, sendo que ainda tem uma semifinal pela frente”, afirma o volante, que conta sobre o rápido encaixe que teve no atual time pontepretano, após seu retorno.

 

“Eu pensei que iria demorar mais um pouco para eu me adaptar ao estilo de jogar da Ponte. Mas graças a Deus as coisas começaram a acontecer da melhor maneira possível. Estou feliz pelas atuações do nosso time, pela minha atuação individual, pois sou um cara que se cobra bastante, e pelo que está acontecendo com a Ponte”, revela o capitão.

 

E como um dos líderes da equipe, Bob valoriza o elenco, mas deixa a dor de cabeça de quem deve ser escaldo entre os titulares, para o comandante. “Com a crescente de cada jogador, só quem tem a ganhar é a Ponte. Temos a volta do Cajá, do Nino Paraíba e ainda bem que sou jogador e não escalo. Essa parte eu deixo para o Gilson Kleina, porque ele sabe quem é melhor para o time. Deixa eu fazer o meu trabalho e ele fazer o dele”, brinca o jogador, que parabenizou o lateral-direito Emerson, que foi convocado para seleção brasileira SUB 20 nessa terça-feira (18).

 

“Demos os parabéns para ele. É uma baita pessoa e um grande jogador. Essa convocação é fruto do trabalho dele, do que ele tem feito quando jogou, e sabemos o quanto é difícil subir do SUB 20 para o profissional. Ficamos felizes com o trabalho dele sendo reconhecido”, completa.

 

< Voltar

Outras Notícias

SMS Receba promoções e resultados
Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter