Preto no branco, branco no preto, faixa na frente e atrás: Ponte Preta confirma patrocínio da Topper, que fornecerá uniformes para todas as categorias; estréia do novo fardamento ocorrerá na volta da torcida ao estádio

Publicado em: 17/05/2018


Foto:PontePress

Em coletiva realizada na manhã desta quinta (17), a Ponte Preta confirmou o mais novo patrocínio do time, a Topper. Sim, patrocínio: não se trata de mero fornecimento ou venda de fardamento. “É uma parceira muito ampla, não se restringe a fornecer os materiais, mas há também uma participação comercial, dentro dos contratos, e haverá promoção de ações e produtos para o torcedor, estamos entre o grupo seleto que se constitui nos maiores patrocinados da Topper, de um padrão muito alto, um triângulo de alvinegros de Rio–São Paulo–Minas Gerais, composto por Botafogo, Ponte Preta e Atlético Mineiro. Três alvinegros que a Topper tem como carro chefe”, diz o presidente pontepretano José Armando Abdalla Junior.

A estréia dos novos uniformes para o time profissional ocorrerá no jogo da Ponte pelo Brasileiro da série B que marcará a volta da torcida ao estádio, ou seja, a primeira partida que será realizada após o cumprimento da punição de seis jogos de portão fechado. A partida, contra o Fortaleza, ocorrerá em 3, 6 ou 7 de julho (a rodada ainda não foi desmembrada). O presidente Abdalla ressalta que os novos uniformes 1 e 2 terão a tradição como marca principal, em branco e preto com faixa também nas costas (o brasão antigo exibido na peça publicitária divulgada ontem deverá aparecer apenas em edição comemorativa retro, a ser lançada posteriormente).

“Tivemos uma experiência muito boa com a parceira que sai agora, a adidas, mas ressaltamos para a Topper que a Ponte é uma equipe muito tradicional, tem suas raízes e preserva essa tradição durante a sua jornada. Temos uma filosofia de não aderir muito a modernismo que possam fugir da tradição e acho que essa é uma grande vantagem de ter a Topper como parceira, que há um diálogo muito amplo entre as entidades, e a Ponte vai seguir a tradição. O foco nosso é preto no branco, branco no preto, lembrando que é um desejo da diretoria, de toda a coletividade pontepretana, de que a faixa seja na frente e atrás, da maneira mais tradicional, cobrindo o escudo que vai no nosso coração e posso adiantar que nos estudos preliminares que a Topper nos forneceu, fiquei muito satisfeito. É um fardamento muito bonito, dentro de toda tradição e história que a Ponte merece.”

O contrato entre as partes, revela Abdalla, tem vigência de quatro anos, com opção de renovação. “Tivemos, sim, contatos com outras empresas, mas dentro daquilo que a Ponte Preta espera, dentro das mãos, com parceria e diálogo, a Topper foi a que mais nos preencheu os requisitos que necessitamos. E cabe salientar que todas equipes da Ponte Preta, em qualquer modalidade, em qualquer categoria, vestirão uniforme Topper. Serão padronizados dentro da mais tradicional vestimenta da Ponte”, afirma.

 O diretor de marketing alvinegro, Eric Silveira, enfatiza que a força do patrocínio. “Para nós, em 2018, não nos interessa apenas o fardamento. Ele é parte de um processo total. Tem que ter a qualidade, volume, uma série de coisas, mas o que interessa muito é a parceria e foi isso que a Topper nos forneceu. Uma via de mão dupla em que conseguimos atender todas as nossas categorias, com tranquilidade o nosso futebol profissional e também algumas demandas que são de clubes que merecem esse apoio total de uma empresa fornecedora. Não só entregarão isso, mas também um engajamento junto da nossa torcida, com as nossas diretrizes de marketing”, diz.

Ele completa: “Tudo isso foi alinhado e colocado na balança e saímos com um produto que acreditamos ser o melhor para o pontepretano hoje. Desde o produto em si, para os jogadores, com qualidade, técnicas de construção, até atender a nossa torcida dando o que ela merece. Resgatando essa identidade, com a nossa melhor campanha de 1981 e tudo isso foi levado em consideração. E a camisa não vai ficar restrita apenas à nossa loja oficial. A Ponte Store passa a ser um ponto de venda normal, como qualquer outro - com suas prioridades claro, por ser a loja oficial -, mas teremos uma distribuição bem capilarizada na cidade toda. Aonde a Topper conseguir chegar haverá camisa da Ponte Preta”, garante.

Mais camisas, de tamanhos “pequenininho a gigante”

Leonardo Chamsin, CEO da Topper, fala sobre a amplitude dos produtos que serão oferecidos ao pontepretano. “Nossa gama de produtos tem modelos masculino, feminino, infantil e pega desde o pequenininho até o gigante, e é essa a vantagem de ter uma parceria com uma marca como a Topper, que é muito representativa no futebol brasileiro. Temos uma história na Ponte Preta que não começa hoje, vem desde da década de 1980 e queremos estreitar mais essa parceira e não ser só reconhecido como fornecedor de produto e de material esportivo. Somos mais um parceiro forte dentro do clube, para que possamos assim cada vez mais cativar o torcedor”, diz.

Ele acrescenta que a Topper é uma empresa 100% focada no futebol. “Mais importante do que isso, é focada no futebol brasileiro. Sabemos fazer negócios no Brasil, a distribuição no Brasil, conhecemos os lojistas do maior ao menor, do Norte ao Sul do país. Isso facilita no momento em que queremos entrar no futebol e sermos um apoio ao futebol brasileiro. Todo o nosso apoio em comunicação de campanha dos nossos produtos, também é através do futebol, de chuteiras, bolas e nisso vem a parceria com um clube como a Ponte Preta. Nós temos uma distribuição nacional, trabalhando muito fortemente nesse momento, posicionados com fábrica, com qualidade para abastecer Campinas de uma forma plena e também o Brasil, para que o pontepretano possa comprar as camisas onde quer que ele esteja”, garante.

Ele reforça que os novos uniformes estarão disponíveis também ao público em julho. “Já estamos nesse momento trabalhando com os lojistas para que eles conheçam o produto, coloquem o pedido para que já em julho as lojas possam estar abastecidas. Queremos abastecer as lojas com enxoval completo, desde a meia até a parca. Já fizemos toda a parte de desenho, a coleção inteira já foi aprovada pelo clube e vamos tomar muito cuidado com a confidencialidade, para não expor as peças antes do combinado junto com a estratégia desenhada junto com o clube. Estamos abrindo novamente essa relação com o lojista e estamos vendo as oportunidades de parcerias muito salutares, porque os lojistas em Campinas ansiavam novamente em  ter os produtos da Ponte.”

Diego Guinzelli, responsável pela área de Relações Esportivas da Topper, exalta também a parceria para as criações e o objetivo de possibilitar valores acessíveis de aquisição. “Desde o início das conversas e desenvolvimento da nossa coleção, tivemos várias conversa a quatro mãos, entendendo a necessidade do clube e o que a torcida estava precisando. O resgate às origens e deixamos muito claro o anseio do torcedor, transmitindo isso para a camisa. Podemos deixar muito claro que conseguiremos ofertas diferenciadas e trazendo acesso a todos. Uma das diretrizes da nossa conversa foi que todo torcedor pudesse vestir o manto do clube, seja através de uma camisa polo, ou oficial 1 ou 2, ou de aquecimento”, pontua.

Ele destaca ainda que a Topper resgatou não apenas o uniforme 1 e 2, mas também na linha de aquecimento. “Pegamos ídolos e vários fatores que contam a história do clube, para transmitir isso no material. O preço médio está em vias de finalização, mas posso adiantar que será um material de acesso a todos, com altíssima qualidade, tecidos diferenciados, modelagem focada para masculino, feminino e juvenil. Vamos focar também no público feminino e vai ter camisa para mulher, com modelagem voltada para esse público que está em ascensão no futebol e é representativo. Nosso acordo foi atender a totalidade da torcida pontepretana e é uma felicidade para a Topper desenvolver esse novo manto do clube”, afirma.

 Ele fala ainda sobre o terceiro uniforme. “Estamos, sim, estudando não apenas um terceiro uniforme, mas hoje a Topper entende que com a profissionalização do futebol no Brasil, precisamos não só focar no tradicional das camisas 1 e 2, como também a 3, mas sim em datas especiais do varejo como Dias das Mães, Outubro Rosa e a Topper está engajada junto ao clube para trabalhar da melhor maneira possível. Haverá muitas novidades ao longo do ano”.

“Nós apoiamos o esporte. Ter o foco em Campinas é parte da nossa essência como empresa. O nosso grupo é baseado em Campinas. Queremos apoiar o esporte aqui em Campinas, ajudar o progresso da cidade, de forma a gerar empregos na cidade e essa é a nossa identidade. É isso que nós acreditamos, mesmo em um momento que o Brasil sofre com tantas incertezas, nosso foco é crescer, expandir as fronteiras e o futebol é paixão. É amor e nós conhecemos e sabemos a necessidade disso. Para nós é um privilégio ter os nossos principais ativos aqui em Campinas”.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais