TC10+

Notícias

Notícias > Kleina antecipa reforços e cobra equipe para a reação acontecer na próxima partida: “A gente fez um grande jogo no primeiro tempo, mas ao mesmo tempo que imobilizamos, entregamos; temos que ter mais brio e vontade de vencer”
  • Tamanho da Letra
  • A+
  • A-
  • Imprimir

Kleina antecipa reforços e cobra equipe para a reação acontecer na próxima partida: “A gente fez um grande jogo no primeiro tempo, mas ao mesmo tempo que imobilizamos, entregamos; temos que ter mais brio e vontade de vencer”

Publicado em: 17/07/2017

PontePress/FábioLeoni

Mais uma vez a Ponte Preta fez um bom primeiro tempo, mas acabou pagando por falta de atenção no momento de segurar o resultado e garantir a vitória. Após sair na frente, a equipe tomou a virada e perdeu chances em contrataques.  O técnico Gilson Kleina lamenta a derrota após a equipe ter entrado bem  na partida e ter conseguido neutralizar o adversário, mas ter cedido o resultado no segundo tempo.

“A gente fez um grande jogo, conseguimos imobilizar um adversário, que é postulante ao título, só que ao mesmo tempo em que nós imobilizamos, nós entregamos. Você corrige uma situação, corrige outra situação e aí acontece outra falha. A concentração é uma coisa que a gente cobra. O lado emocional a gente cobra. O trabalho tático a gente faz, mas tomamos um gol de lateral hoje de novo. E cometemos um pênalti. Aí temos que sair e nos expor, e quem que ganhou deles aqui dentro? O Avaí jogando daquele jeito. Eles têm um poderio técnico muito grande. Não podemos fazer o espelho. A estratégia foi muito bem feita e estávamos executando, e mais uma vez nós entregamos”, reclama.

O treinador ressalta que o time tem apresentado o mesmo problema em partidas diferentes. “A gente fez um bom primeiro tempo contra o Corinthians, um bom primeiro tempo hoje. Só que o tempo vai passando. São cinco jogos que não vencemos. Mas não por falta de empenho ou produtividade. Falta de atenção, falta de tesão de segurar o resultado, de ganhar o jogo. Hoje tivemos cinco contra ataques. Tem que ter um pouco mais de tranquilidade e lucidez. A gente fica insatisfeito, na derrota a cobrança ela aumenta e temos que reverter essa situação na quarta, que será um jogo difícil contra o Coritiba”. 

Kleina lamenta as chances desperdiçadas. “A gente neutralizou todas as opções que o Grêmio tinha com o Pedro Rocha, o Luan e o Edilson. Eles tiveram uma chance, o Luan não teve espaço. O Naldo fez muito bem a marcação. O Pedro Rocha a gente dobrava a marcação. Muitas vezes um passe fazia com que a gente perdesse a bola, a gente precisava preencher muito mais o meio de campo. Essa foi a ideia da equipe que entrou em campo. A gente teve um contra ataque de quatro pra um e tomamos a decisão errada. De novo, sempre nós que entregamos. É isso que temos que mexer. Ter um pouco mais de brio e vontade de vencer”, enfatiza.

 Kleina também antecipa atletas que se somarão ao grupo e convoca o torcedor para apoiar a equipe contra o Coritiba no meio desta semana, para a Ponte volte a vencer no Brasileiro. “A diretoria de futebol me garantiu que está contratado os atacantes Maranhão e o Zé Roberto. O Maranhão é um jogador de lado, o Zé Roberto mais centralizado. Vamos ver se a gente consegue regularizar esses jogadores. Eu sou um treinador que sempre blinda todo mundo. A responsabilidade sempre passa pelo treinador., mas vamos ter uma reunião nesta segunda para tomar certas medidas dentro do elenco. Ou a gente faz uma correção agora ou vamos ter muita dificuldade. E que quarta feira a gente saia dessa situação definitivamente. Peço que o torcedor nos apoie na quarta-feira, deixe para depois do jogo fazer alguma cobrança caso seja preciso. Temos dois dias, mas já quero sentar com a diretoria, os reforços são importantes e nós precisamos reagir”, finaliza. 

< Voltar

Outras Notícias

SMS Receba promoções e resultados
Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter